English

Eggplant, planta de ovo?

A língua inglesa é uma língua muito engraçada! Muitas coisas não fazem sentido quando analisadas de certos pontos de vista. Por exemplo, para nós, falantes da língua portuguesa, não faz sentido eggplant ser beringela, pois a tradução correta seria planta

de ovo. A propósito, você conhece alguma planta de ovo? Rsrsrs

Baseado nesse exemplo, e em uma série de outros que fortalecem a ideia de não-tradução para aprendizado de uma língua estrangeira, concluímos que, na maioria das vezes, a tradução é um método falho, pois trabalha muito a memorização e não o aprendizado, utilizando a memória RAM, não a ROM do nosso cérebro. Neste contexto,  é como colocássemos a mente de um ator/atriz para gravar textos gigantescos a serem usados em determinada ocasião, mas que serão esquecidos logo após.

Costumo dizer que não há nada melhor que a prática para provar que A + B = C. Neste aspecto, posso te afirmar por experiência pessoal e também por Piaget, um dos pais das ligações cognitivas, que no método mais efetivo não tem tradução. Claro que essa é uma discussão aberta, mas creio cientificamente na prática nessa premissa, pois consegui ser poliglota aos 17 anos, alcançando um alto de nível de proficiência ainda bem jovem, sem dificuldades para conversar com estrangeiros, escrever relatórios para estrangeiros, ler e entender textos de livros complexos, ouvir noticiários da CNN ou jogos da NBA in English.

Formatamos o método da American Insight dessa maneira, pois acreditamos que devemos ajudar a reverter a estatística de apenas 3% da população brasileira ser bilíngue. Nesse sentido temos verificado com nossos alunos, que somam múltiplos de 3 dígitos, que o método é eficaz.

Fica o desafio para você sair da sua zona de conforto e se juntar a nós no aprendizado eficiente da língua mais falada no mundo!

Você também pode gostar
Our First Franchise – Nossa Primeira Franquia
Por que falar Inglês?

Deixe o seu comentário