Atualidades Empreendedorismo e Gestão

Sexta-feira

 

Ayrton Senna sempre foi um exemplo para mim. Embora ela tenha falecido aos meus 4 anos, lembro-me perfeitamente das manhãs de domingo com meu pai e, principalmente, minha mãe vibrando por mais uma corrida, e, consequentemente, mais uma vitória do nosso Ayrton Senna do Brasil nos ecos de Galvão Bueno. Também vi M. Schumacher, ou Schumi, ser hepta campeão e se sagrar como maior piloto de todos os tempos e no último GP e vi Lewis Hamilton se igualando ao Ayrton. Uma dúvida se perdura na minha cabeça: o que teria acontecido se Senna não tivesse morrido em 94? Quantos títulos ele teria? Será que Schumi conseguiria batê-lo? Hoje, Schumi está em processo de recuperação de um hobbie que ele tinha, ski na neve, e tem muitas dificuldades de viver, mas seu nome está lá, à espera de um Vettel, Hamilton ou Alonso para bater.

Um ponto comum entre todos esses pilotos é a dedicação e o foco. Não importava o que acontecesse, Ayrton sempre queria ser melhor do que ele foi ontem, mesmo já num alto nível. Muitos poderiam chamá-lo de obceado, mas estes tornariam a aplaudi-lo após as conquistas. Infelizmente, o que fica aparente é só a parte dos holofotes, mas o sucesso é como um iceberg, a maior parte não fica aparente, mas é ali que se construiu o sucesso, pois sem fundação, nada aconteceria ou seria passageiro demais. Quando você ver alguém atingindo sucesso, tente olhar o que está por trás daquele feito e posso te garantir que há muito suor, poucas horas de sono e até sangue, muitas vezes.

Não importa o ramo, pode ser um lutador ou um empreendedor, a mesma essência que Bill Gates tem e teve para construir a empresa mais valiosa do mundo e perdurar por anos no top 1 da Fobes de pessoas mais ricas do mindo, Cristiano Ronaldo tem quando é eleito o melhor do mundo, Mohamed Ali teve quando escreveu seu nome para sempre na história do box e assim sucessivamente.

É simples, não existe segredo, arregaça as mangas, tampa os ouvidos para os haters que nunca fizeram nada relevante na vida e tem suas experiências pautadas nas experiências dos outros, trabalhe mais que a CLT manda e usufrua de uma vida que poucas usufruem. Aliás, para chegar onde poucos chegam, é preciso fazer o que poucos fazem.

Hoje é sexta, um dia celebrado por muitos porque é entendido como libertação do tripalium (cheque meu último post) e um dia entendido por outros como oportunidade de crescer e sair na frente quando o assunto é sucesso. Você já planejou o que vai fazer? Vai se dedicar à sua cama e a TV com coisas fúteis? Vai sair para beber e celebrar uma semana dolorosa na qual o único motivo de celebração é libertação de uma prisão?! Sai dessa vida, Insighter! Faça como Cristiano Ronaldo que chega antes e sai depois de todo mundo nos treinos ou como Ayrton que se surpreendia a cada dia quando descobria que podia ir além do que pensava. Você sabe até onde pode ir? Conhece seus limites? Tem um profundo autoconhecimento de si próprio?

Autoconhecimento é uma das chaves do sucesso e falaremos dele nos posts futuros. Deixe sua opinião nos comentários.

Você também pode gostar
Mindset, você muda ou o mundo muda você!
Se o preço do barril está baixo, por que pagamos tão caro?

Deixe o seu comentário